segunda-feira, 18 de maio de 2015

Prince of Thorns

 Título: Prince of Thorns - 1° da trilogia
Autor: Mark Lawrence
Editora: Darkside 
Tamanho: 355 páginas


         Oi oi gente, aqui é a Jhully e hoje apresento pra vocês uma nova trilogia, a Trilogia dos Espinhos e Prince of Thorns é o primeiro livro, narrado por Jorg, principe herdeiro de Ancrath. Jorg é um típico anti-herói. 

         Em uma noite chuvosa, quando ele tinha  9 anos a carruagem onde se encontrava com sua mãe e seu irmão mais novo foi pega em uma emboscada, mas antes de serem atacados um dos guardas da corte conseguiu jogar Jorg para fora da carruagem, porém ele caiu em cima de uma roseira brava muito poderosa e venenosa e ficou preso em meio aos espinhos assistindo ao assassinato de seu irmão mais novo, da rainha e de todos que se encontravam na carruagem. Quando Jorg foi encontrado já estava a beira da morte, levado de volta ao castelo não recebeu muita atenção do rei, pois ele não tinha esperanças de que seu filho fosse viver e achou que não valia o tempo.
          Contudo o desprezo de seu pai não foi o que mais incomodou Jorg, o que o deixou revoltado foi que seu pai não vingou a morte da rainha e do pequeno principe, morte comandada pelo Conde de Renar, pelo contrário, o rei não só fez acordos com o Conde como assinou contratos de paz. 
          Movido pela necessidade de vingança Jorg liberta alguns prisioneiros do castelo e foge com eles com apenas um objetivo, vingar a morte de sua mãe e seu irmão. 
          Quem gosta de Game of Thrones vai amar esse livro, Prince of Thorns é uma edição de capa dura e praticamente todas as paginas desse livro são vermelhas, pois personagens morrem tão rápido quanto surgem. 
            Darei 4 estrelas, pois apesar da história ser ótima, perde um pouco do ritmo no final, mas ainda assim não deixa a desejar.



          Mas e ai? Será que Jorg consegue cumprir sua vingança? Pelo sim, pelo não, o que acontecerá depois? Será que ele irá voltar para o castelo? E o rei? O que acha a atitude do filho? Vale a pena conferir.


Beijos, até a próxima resenha