sexta-feira, 5 de junho de 2015

Autor da Semana + Crítica

          Olá galerinha, hoje é sexta-feira, dia do nosso "Autor da Semana" e porque esse autor não ser um brasileiro? Sim porque no Brasil por algum milagre de Deus existe autores descontraídos que presam pelos nossos divinos livros de fantasia e esse cara E-S-P-E-T-A-C-U-L-A-R na qual me refiro é: Eduardo Spohr  (palmas porque ele merece).



         Eduardo tem 39 anos é carioca e negligenciado e MUITO pela "critica especializada" que insistem em dizer que livro bom é aquele que segue as normas das escolas literária e BLÁ BLÁ BLÁ...
         Apesar de todo esse falatório da mídia, seu livro A Batalha do Apocalipse (livro digno de cinema) ficou entre os mais vendidos de 2010.
      
   E por que escolhi Eduardo para ser nosso destaque da semana? 

         Na verdade foi mais para fazer uma crítica apelativa do que pela minha devoção às obras dele.
Desde que saiu aquela crítica da Ruth Rocha sobre Harry Potter que penso em fazer um texto sobre o assunto, mas só hoje tive a oportunidade. Ao ser questionada sobre essas literaturas que fazem uso de fantasias como: bruxos, vampiros e lobisomens, Ruth destruiu todo meu respeito por ela com essa respostas: 
"Isto não é literatura, isto é uma bobagem. É moda, vai passar. Criança deve ler tudo, o que tem vontade, o que gosta, mas eu sei que não é bom. O que eu acho que é literatura é uma expressão do autor, da sua alma, das suas crenças, e cria uma coisa nova. Esta literatura com bruxas é artificial, para seguir o modismo. Acho que o Harry Potter fez sucesso e está todo mundo indo atrás."
"Não acho errado os livros fazerem sucesso. Eu gosto porque acho que as crianças leem, mas eu não gosto de ler “Harry Potter”, não acho que é literatura"

         Sim, isso que você leu é real, e sim essa babaquice saiu da boca de uma das maiores autoras brasileiras. E esse é o mal da maioria das literaturas brasileiras, ESSE é o motivo que cada vez mais jovens brasileiros abandonam os livros, porque quando estes querem ler, a escola estupidamente nos prega que literatura boa é literatura realista, literatura que segue os padrões literários. e eu te digo NÃO, literatura é aquela que te faz bem, é aquela te faz querer ler e ler e ler e ler, que te faz viajar, sonhar, pensar e se sentir bem lendo. 
         Por isso escolhi Eduardo Spohr como autor da semana, porque ele não veio seguindo toda aquela limitação que a literatura brasileira nos trás, ele veio com uma coisa nova aqui no Brasil, uma coisa que estava pedindo pra chegar a muito tempo e mais uma vez deixo meus aplausos a ele.
         E pra finalizar eu digo: SIM!! Harry Potter é literatura, Senhor dos Anéis é Literatura, A Batalha do Apocalipse é literatura e o Eduardo Spohr é um grande e magnífico autor brasileiro! 

Eu sou a Jhully, beijos até segunda
e viva as literaturas de fantasia!